trio2_edited.jpg

Nascente do Alviela - Caminho do Tejo

FICHA TÉCNICA

Porto da Luz 27/01/2021(Pandemia)

Como tantas coisas no Caminho o projecto deste site começou com o "acreditar cego" dos sonhos, frágil e cheio de dúvidas.


Graças à generosidade peregrina de alguns voluntários "O todo foi maior do que a soma das partes*". Passado um ano de trabalho dedicado, o "acreditar cego" materializou-se neste site.

Abaixo fica a lista dos Valentes Irmãos Peregrinos(VIP), que estiveram envolvidos na criação deste site. A lista é uma pequena homenagem a todos os que aceitaram e acreditaram neste desafio de ajudar e informar outros peregrinos, para que sigam seguros em peregrinação pelos campos.


Pedi a cada voluntário envolvido que fizesse uma nota biográfica acerca do seu Caminho, para que a história de cada um seja contada por si e não romanceada pela passagem do tempo, como acontece com tantas coisas no Caminho.

Saudações Peregrinas
Rodrigo Cerqueira

* Aristóteles

Lista de Peregrinos voluntários, que participaram criação deste site.

Rodrigo Cerqueira

DESENVOLVEU: O conceito, textos, direcção de arte, fotografia, web design, coordenação do projecto, curadoria do acervo da biblioteca, playlists, georreferenciação.

NOTA BIOGRÁFICA: "Alfacinha, curioso por natureza, peregrino, fotógrafo, designer, escultor e filantropo. Fundador da Associação."

________________

Graça Lucena

DESENVOLVEU: Apoio logístico, modelo.

NOTA BIOGRÁFICA: Fisioterapeuta, Católica, Peregrina e amante da natureza...

________________

Maria Alcina Reis

DESENVOLVEU: Revisão de textos em Português

NOTA BIOGRÁFICA: "Chamo-me Alcina Reis, tenho 72 anos e moro em Aveiro. Fui professora do Ensino Secundário, tendo leccionado as disciplinas de Português, Literatura Portuguesa e Francês. Comecei por fazer os Caminhos de Santiago: Caminho Central de Valença a Santiago (2 vezes). Seguiram-se o Caminho do Interior - Chaves/ Santiago; Caminho da Costa - Porto/Valença; Caminho Santiago/ Finisterra/ Muxia; Variante Espiritual do Caminho Português e Caminho Central - Porto/Valença. Quanto aos Caminhos de Fátima, comecei por fazer o Caminho por estrada (3 dias) em 2013 e detestei! No ano seguinte, procurei uma alternativa e fiz pelos Campos do Mondego. Entretanto, através de uma reportagem na RTP, tomei conhecimento dos Caminhos sinalizados pela Associação de Amigos dos Caminhos de Fátima e, a partir de 2015, tenho feito o Caminho do Norte de Águeda a Fátima (6 vezes ). Este ano, irei fazer o Caminho Nascente e o Caminho Poente. Todos os anos faço o Caminho de Fátima e o Caminho de Santiago."

________________

Maria Rosa Nogueira da Costa

DESENVOLVEU: Revisão de textos em Português

NOTA BIOGRÁFICA: Peregrina e amante dos livros (Bibliófila)  

________________

Rosa Maria Saraiva Marques

DESENVOLVEU: Tradução Português - Inglês
 

NOTA BIOGRÁFICA: É natural de Trofa do Vouga, Águeda. Emigrou para a África do Sul onde cresceu, estudou e trabalhou, desempenhando funções na área de secretariado. Regressou a Portugal em 1994. É professora de Inglês. Prepara os estudantes para os exames de Cambridge, sendo certificada como “Cambridge English Preparation Centre”. Continuou a sua formação e foi distinguida pela Câmara Municipal de Águeda e o IEFP, na modalidade formativa de EFA, com o prémio “Melhor Formanda 2009”. Foi catequista dos jovens que se preparavam para receber o Sacramento da Confirmação e fez parte do grupo de preparação de pais e padrinhos para o Sacramento do Batismo de seus filhos. “Peregrinar” tornou-se uma realidade ao fazer o seu primeiro “Caminho” a Santiago de Compostela em 2013. Dessa experiência nasceu “o fogo peregrino” (expressão utilizada pela Associação). E porque o caminho chama… tem, desde então, percorrido os Caminhos de Fátima. A experiência do caminho feito em 2016 foi publicada no livro “Peregrinos” escrito por Ana Catarina André e Sara Capelo, da coleção Retratos da Fundação Francisco Manuel dos Santos.


________________

Aurélie McKellican

DESENVOLVEU: Tradução Português - Inglês, colaborou no desenvolvimento de vários conceitos.

NOTA BIOGRÁFICA: A Aurélie McKellican vive em Lisboa, mas sonha com viver no campo e plantar vegetais para partilhar com os vizinhos. Gosta de cozinhar, ler e escrever sobre a vida e o ser humano. Estudou Antropologia Social e é fascinada pelas histórias dos outros, sobretudo contadas na língua materna, e está neste momento a aprender um sexto idioma para poder ouvir mais histórias. 1250 é o número de quilómetros que percorreu no primeiro caminho que fez com uma kalimba, pequeno instrumento para tocar enquanto caminhava e cantava. Está agora motivada a aprender e a tocar muitos instrumentos e incentivar os outros a explorarem a sua criatividade.

________________

Carolina Maciel

DESENVOLVEU: Tradução Português - Inglês - colaborou no desenvolvimento de vários conceitos. 
 

NOTA BIOGRÁFICA: Carolina Maciel, peregrina, tradutora de línguas, voluntária na AACS-Viana, anfitriã-hospitaleira do Albergue Casa da Carolina, escuteira do CNE, apaixonada pelo Caminho e por ajudar os peregrinos na sua jornada.

Ajudar sempre me foi natural e por isso mesmo me formei em Línguas, para permitir a comunicação entre aqueles que não falam o mesmo idioma. Abrir a minha casa aos peregrinos em 2019, com o Albergue Casa da Carolina e colaborar na tradução deste projeto é como que o encher da minha alma, pelo facto de poder juntar e partilhar o meu amor pelas línguas, pelo Caminho e pelo mundo.

________________

Pedro Gomes Monteiro

DESENVOLVEU: Assessoria legal, desenvolvimento do conceito do "Peregrinatio".

NOTA BIOGRÁFICA: Pedro Monteiro (n 1972) não se define como peregrino mas como caminhante. Movido acima de tudo pelo prazer do contacto com a natureza e por escapar ao desgaste e rotinas do quotidiano. A primeira ida a Santiago ocorreu em 2014. De então para cá vem gastando solas um pouco por todo o país aproveitando as diversas oportunidades de pôr mochila às costas e fazer os pés ao caminho. Rotas de peregrinação, rotas de romaria, PR’s e Gr’s um pouco por todo o país. Assim surge o seu interesse pela marcação, preservação e promoção não só das vias/trilhos como das condições para usufruir deste vasto património. Este o motivo que o leva até à AACF desde 2013.

________________

Padre Rui Louro

DESENVOLVEU: Assessoria espiritual, desenvolvimento do conceito, modelo

NOTA BIOGRÁFICA: Ser peregrino, ser filho, ser irmão, ser criatura esta é uma descoberta que nos pode ser oferecida quando nos colocamos a caminho. São dons que a vida me proporcionou. Acredito que nos podem ser dados sempre que estamos disponíveis para nos espantarmos com a vida, nela pode encontrar a presença amorosa de Deus. Foram tantas vezes as perguntas que fui colocando perante os momentos mais difíceis da vida que levaram a procurar mais fundo. Descobri que a resposta se pode encontrar através daqueles que nos fazem sentir como pessoas amadas … família, amigos, irmãos. Por vezes a resposta vem através de irmãos inesperados como que os aparecem nos livros que lemos, no voluntariado que praticamos, no caminho de alguma peregrinação, na Palavra que sai do anúncio de um Padre…. Deus ama-te assim como és, como seu filho adotivo. Quando esta presença nos bate fundo desarruma as nossas certezas humanas que vamos construindo e deixamos os nossos projetos universitários para aprendermos a sermos discípulos e depois pastores no único Mestre, Jesus Cristo. 

Ainda existe muito caminho a percorrer, mas sei em quem pus a minha confiança e sei que o Senhor me dá muitos irmãos e irmãos onde O posso encontrar e que podem suportar e dar sentido ao meu caminho. Fui encontrando-os nas comunidades que fui servindo, nos peregrinos que comigo caminharam, nos guardas ou reclusos de Alcoentre, nos doentes ou funcionários do Hospital Egas Moniz… Que Deus me ajude a estar disponível para caminhar mesmo que tenha se suportar as feridas da dureza do caminho. O Senhor é meu Pastor nada me faltará. ULTREIA!


________________

Mário Amorim

DESENVOLVEU: Apoio logístico, desenvolvimento do conceito do "Peregrinatio", modelo, revisão de textos em Português, curadoria literária da biblioteca.
 

NOTA BIOGRÁFICA: Mário Amorim, 46 anos, casado, 4 filhos, peregrino, voluntário da AACF. Nota pessoal: é sempre uma alegria, colaborar com a AACF, mas desta vez, mesmo com um minúsculo contributo, é com emoção que vejo esta obra extraordinária ser colocada de forma tão generosa ao serviço da comunidade peregrina. Parabéns Rodrigo, parabéns AACF.


________________

Tânia D'Almeida

DESENVOLVEU: A locução da playlist das orações.

NOTA BIOGRÁFICA: O meu percurso de vida traduz-se numa palavra: peregrina. Tenho dias vibrantes de sol e colinas majestosas e verdejantes, mas também tenho necessidade do poncho e dos bastões para me ajudar nesta caminhada. Sou uma apaixonada pela natureza, pelas pessoas e pela comunicação! Uma aventureira que não diz que não a um desafio... uma cristã a caminho. Quis Deus que tivesse esta profissão (Locutora), e que me permite dar voz a projectos tão nobres e tão plenos de doação como este! Bem-haja Associação de Amigos dos Caminhos de Fátima Tânia D'Almeida


________________

José Fernandes

DESENVOLVEU: Tratamento de dados estatísticos.
 

NOTA BIOGRÁFICA: Aprendiz de Peregrino, católico, alentejano. Devoto de Nossa Senhora, de todos os caminhos que a Ela levam e aos seus santuários. (...) meu Bom Pastor ensina-me a seguir os teus passos e a viver confiante a teu lado.

________________

Aurélio Simões

DESENVOLVEU: Apoio logístico, desenvolvimento do conceito do "Peregrinatio", modelo, analise de conteúdos.
 

NOTA BIOGRÁFICA: A aguardar redação.

________________

Diogo Carmo

DESENVOLVEU: Apoio logístico, modelo, analise de conteúdos.
 

NOTA BIOGRÁFICA: A aguardar redação.


________________

Earle Ellis

DESENVOLVEU: Tradução Português - Inglês
 

NOTA BIOGRÁFICA: When I celebrated my 70th birthday, I realized that if I wanted to make pilgrimage to Santiago de Compostela -I must do it NOW. That was 7 years ago. Retirement after many years as an engineer gave me time and flexibility to travel so there was nothing to obstruct this new desire except the commitment to walk with a light pack. The first step from my home in Vancouver, Washington, USA was the most difficult step and the most rewarding step. Whereas my life experiences enabled me to learn to speak Spanish and Portuguese, I also realized that language would not be a problem on the Camino. My first pilgrimage was from Porto and this was the beginning of many rich life experiences. Subsequently I was inspired to walk the Camino Primitivo (Villa Viciosa – Oviedo – Santiago), the Via da Prata (Ourense – Santiago), Camino Portuguese from Porto again, and portions of the Camino Portugues do Interior (Viseu – Vila Real) and the Camino Podiense (Le Puy – Conques). Soon I hope to make pilgrimage to Fatima from Tomar when the pandemic permits. The new people I have met are blessings to be cherished, the challenges overcome give renewed strength, my Christian Faith gives me peace and I walk always with gratitude and trust. It was on the first day of that first pilgrimage that I met, by the Grace of God, some wonderful people who are dedicated to guiding pilgrims to the Santuario de Fatima and to Santiago de Compostela. Their joy and dedication to service to fellow pilgrims have been an inspiration that keeps my dreams alive. Graças a Deus,

________________

Padre David Palatino

DESENVOLVEU: Resolução de duvidas em temáticas bíblicas.
 

NOTA BIOGRÁFICA: Sou o David Palatino, obidense de gema e nascido em 1984. Sou padre desde 2012 e peregrino desde 2013. Neste momento encontro-me a fazer um doutoramento em Teologia Bíblica na Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma, onde resido desde 2015. Entre as minhas peregrinações, seja em grupos organizados seja em modo autónomo, contam-se muitas a Fátima, várias a Santiago (incluindo Finisterra e Muxía), algumas em Roma e a outros destinos portugueses, uma pelos Caminhos de Santa Teresa (Espanha) e outra pelos Caminhos de São Francisco (Itália). Mais do que uma paixão, para mim peregrinar tornou-se uma missão, a promoção de um encontro entre os outros e Deus. Fazer o Caminho, seja ele qual for, é fazer a mesma experiência libertadora de Abraão, que se deixou levar unicamente pela confiança na Providência; mas é também fazer a experiência dos discípulos de Emaús, que, caminhando com Jesus Ressuscitado, deixam que Ele lhes fale ao coração, lhes explique as Escrituras e lhes parta o pão eucarístico. Peregrinar é tudo isto e muito mais. Ser peregrino é, para mim, não só rezar com os pés, mas também saber fazer: Das dificuldades, desafios; Das dores, oração; De um (dês)conhecido, um irmão; Das setas, obediência; Das bolhas, fortaleza;  Da natureza, louvor; Da mochila, a (nossa) Cruz; De um grupo, uma comunidade; De um Caminho, uma estrada para Deus.

________________

Paula Rosa

DESENVOLVEU: Autoras das fotografias da biblioteca de Arquitectura.

NOTA BIOGRÁFICA: ​Sou a Paula e alimento o corpo físico dos Frades Franciscanos, como cozinheira! O fascínio por Jesus surge-me aos 9 anos, quando, na escola, vi um filme, em “slides”, sobre a vida Deste Irmão/Pai. A minha necessidade de busca interior e procura de Deus, fez-me desenvolver o interesse pela fotografia das “coisas com sentido”, como elemento de ligação espiritual. A Fraternidade Franciscana é uma grande família e anualmente juntam-se no Santuário de Fátima em retiro e oração. É com a fotografia que rezo, nesses dias de partilha espiritual. É com a Máquina que converso com a Mãe.


________________

José Alberto Brioso

DESENVOLVEU: Autor da fotografia do Cabeçalho dos Ponchos.

NOTA BIOGRÁFICA: A aguardar redação.

________________

Marli Vitorino

DESENVOLVEU: Enfermeira de cuidados intensivos, revisora da secção de primeiros socorros.   

NOTA BIOGRÁFICA: ​Peregrina da vida há mais de 30 anos, apaixonada pela natureza, pela exploração e descoberta, pela procura da serenidade e pela contemplação indescritível de cada trilho. Peregrina dos Caminhos de Santiago desde 2008; uma das experiências mais marcantes na sua vida que a levou a desejar repetir novamente. Anos mais tarde, o desejo concretizou-se, e depois desse a sede de conhecer a beleza apaixonante dos Caminhos de Fátima também! Que experiências maravilhosas, percorrer vales e montes, refrescar-se nas águas dos riachos, das cascatas e das praias, de contemplar as estrelas ao luar e a aurora da madruga quando colocamos a mochila às costas! Cada dia revela-se em novas descobertas, num coração tranquilo e renovado, ao tirar partido de cada presente que Deus Lhe dá em cada passo que percorre! Bom Caminho!.

________________

Vera Santos

DESENVOLVEU: Profissional de saúde no INEM, revisora da secção de primeiros socorros. 

NOTA BIOGRÁFICA: ​A aguardar redação

________________

logo_aacf.jpg

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS
DOS CAMINHOS DE FÁTIMA

TELEFONE GERAL:
+351 913 13 1300

PADRE RUI LOURO:
+351 926 905 165

QUEM APOIA:

logo_decathlon.png

Página web escrita em desacordo ortográfico

  • Facebook
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram

© 2021 Associação de Amigos dos Caminhos de Fátima